Notícias Cervejeiras

Considerado o melhor evento open beer de cerveja artesanal de Salvador, o October Beer terá a sua terceira edição realizada no Brazero Burger Itaigara (Rua Érico Veríssimo, 31, Pituba), no dia 29 de setembro, das 13h às 18h.

Reunindo 15 cervejarias locais e de outros estados, todas com MAPA, o festival que chega a sua terceira edição, continua fomentando a cultura cervejeira local e incentivando o consumo em Salvador. Cervejarias como a Dogma, Hocus Pocus, Seasons, 5 Elementos, Tupiniquim, Proa e Mindubier são presenças confirmadas.

A proposta do October Beer é possibilitar aos participantes uma degustação livre de chopp artesanal dos mais diversos estilos. E edição 2018 ainda contará com degustação gastronômica livre também, de pratos finger food exclusivos feitos para o evento e de petiscos já consolidados na hamburgueria.

Para quem quiser garantir seu ingresso, a organização do evento disponibiliza três pontos de venda, são eles: Vitrine da Cerveja – Parque Júlio César (Alameda Benevento, Edf. Nel Center 1o andar), Vitrine da Cerveja Pub & Beer Store (Rua das Esperas, 78 – Pituba) e Brazero Burger Itaigara.

O primeiro lote do evento garante copo de vidro personalizado para os 100 primeiros a comprarem, tem o valor de R$200,00 e pode ser parcelado em 2x sem juros até o dia 31.08.

As vendas também estarão disponíveis online no site oficial do evento e no site da Vitrine da Cerveja: www.octoberbeer.com.br e www.vitrinedacerveja.com.br. Para quem optar por essa modalidade de compra, a retirada do ingresso deverá ser feita até o dia 22 de setembro na Vitrine da Cerveja Parque Júlio César.

Serviço
October Beer 2018
Quando: 29 de setembro, das 13h às 18h
Onde: Brazero Burger Itaigara (Rua Érico Veríssimo, 31, Pituba – próximo a Pizza da Chapada)
Ingressos: R$ 200,00 (1 lote)
Vendas: Vitrine da Cerveja Parque Júlio César | Vitrine da Cerveja Pub & Beer Store | Brazero Burger Itaigara
Vendas Online: www.octoberbeer.com.br e www.vitrinedacerveja.com.br

Quarta, 29 Agosto 2018 14:47

Rota Cervejeira RJ leva TangerIPA ao Mondial

Escrito por

Colaborativa utiliza na receita tangerinas orgânicas da região serrana

A Rota Cervejeira RJ leva novidades para o Mondial de la Bière que ocorre de 5 a 9 de setembro no Rio de Janeiro. Como já é tradicional, a associação turística e cervejeira do Rio de Janeiro apresenta uma cerveja colaborativa no evento. Para este ano, as 23 cervejarias associadas reuniu seus cervejeiros para a produção de uma IPA com adição de tangerina orgânica da região serrana do estado.

A TangerIPA foi produzida na cervejaria Pontal, em Nova Friburgo, em 11 de agosto, com malte fornecido pela Agrária especialmente para esta colaborativa, lúpulos mandarina Bavária e Magnum, que delegam também a citricidade da cerveja, com a água da serra e com tangerina orgânica, (sem agrotóxicos), doada pelo agricultor Valdecy Botelho de Oliveira, certificado pelo Grupo Nativos Orgânico.

As especificações técnicas da cerveja serão divulgadas no Mondial de la Bière, como informou o presidente da Rota, Gustavo Ranzato:

"Aproveitamos e ralamos a casca da tanjerina orgânica de nossa região e usamos na etapa final da fervura. A receita desta IPA foi discutida pelos cervejeiros na última reunião mensal da Rota Cervejeira RJ. Temos certeza que será uma boa novidade, dentre outras tantas, no Mondial de La Bière e quem quiser saber mais sobre a nossa colaborativa deve procurar o estande com as cervejarias da Rota no evento.

Esta será uma outra novidade da Rota Cervejeira RJ no Mondial deste ano. Em vez de contar com um estande próprio, apenas para divulgação das cervejarias da Serra e do roteiro turístico, a associação terá um estande com nove pequenas cervejarias (Rota Imperial, Soul Terê, Broers, Brewpoint, Vila de Secretário, Dr. Duranz, Pontal, Alpendorf e Born2brew), representando os quatro municípios que participam da Rota, ao mesmo tempo que outras integrantes como Bohemia, Theresópolis, Grupo Petrópolis, Odin, Guapa e Imperatriz estarão com seus tradicionais estandes.

Ana Claudia Pampillon, coordenadora da Rota Cervejeira RJ, explica:

"Resolvemos este ano dar espaços para as pequenas cervejarias que, sozinhas, não conseguiriam estar no Mondial. Como somos uma associação, a escolha das participantes foi democrática, por meio de sorteio."

A nova cerveja da Rota Cervejeira RJ – Tangeripa - poderá ser degustada pelo público do Mondial de La Bierè Rio neste novo estande. Também foram envazadas 200 garrafas que serão presenteadas aos jornalistas e blogueiros do setor cervejeiro, além de sommeliers e autoridades durante o evento.


Unicorn Cerveja Artesanal, com três estilos, tem lançamento em bares em São Paulo

A StartUp Brewing inaugurou sua fábrica no interior de São Paulo, em junho deste ano, com um objetivo: acelerar e investir em cervejarias ciganas, dar apoio consultivo em toda a cadeia, além de produzir muita cerveja, claro. A cervejaria oficializa sua chegada ao mercado com o lançamento da Unicorn, uma linha de receitas próprias.

No dia 31 de agosto, o projeto estreia com evento no The Barley House, em São Paulo, e no 1° de setembro mais de 60 bares plugam seus três rótulos primogênitos: Unicorn Premium Lager, Unicorn Witbier, e Unicorn IPA. Envasadas em latas de alumínio (473ml), as novidades desembarcam em bares e empórios de São Paulo, "com proposta despretensiosa e bem humorada: cervejas executadas com capricho e boa drinkability que prometem cair nas graças tanto dos consumidores iniciantes como dos que já trazem bagagem sensorial cervejeira".

As cervejas
A Unicorn Premium Lager é uma cerveja clara, leve e fácil de beber. Tem perfil maltado suave, que lembra pão, com presença de notas florais e levemente cítricas garantidas pelas variedades de lúpulos escolhidas para a receita. Na boca, a Premium Lager que tem 5% de teor alcoólico corpo e amargor baixos.

A Unicorn Witbier, produzida com combinação de maltes de cevada e trigo, tem, como manda o estilo, adição de casca de laranja e semente de coentro. É dona de um visual amarelo palha, levemente turvo, com espuma clara, cremosa e persistente. Notas cítricas da laranja em perfeito equilíbrio com o toque condimentado da semente de coentro, sem comprometer as notas frutadas, conferidas pela levedura belga. Seu amargor é baixo e teor alcoólico é de 4,5% de abv.

Aos fãs da planta considerada o tempero da cerveja, a marca traz a Unicorn IPA, leitura da StartUp Brewing para a clássica American India Pale Ale. Com coloração âmbar e espuma perolada, apresenta notas cítricas frutadas tanto no aroma como no sabor, tem corpo médio e amargor marcante (40 IBUs), equilibrado com a base de malte. Alcança os 6% de abv.

A comunicação visual aposta em rótulos estampados pela caricatura do excêntrico Mr. Unicorn, eleito como a personalidade da série de cervejas, ele surge como um consultor pessoal do cenário das cervejas artesanais. Dono de postura e comunicação irreverente, Mr. Unicorn se leva muito a sério, com seu gênio esnobe traz informações, indica tendências, sugere rótulos, sempre de maneira divertida. Sua autoestima poderosa somada ao seu jeito pedante vem à tona de forma cômica, prometendo superar até os beer snobs mais exigentes.

A StartUp Brewing é uma aceleradora que nasce para investir em cervejarias ciganas, dar apoio consultivo em toda a cadeia desde elaboração de receitas, desenvolvimento de produtos, rótulos, marketing, financeiro, tributário, distribuição etc. Entre seus objetivos, está a criação de condições para que possam crescer e competir de igual para igual com grandes marcas, desde a aquisição de insumos mais baratos, passando por um processo produtivo mais eficiente e controle de qualidade rigoroso até uma distribuição estrategicamente forte.

Fundada por equipe com mais de 20 anos de experiência no mercado de tecnologia, a cervejaria está instalada em Itupeva (SP). Com capacidade inicial de produção de 500 mil litros/mês, dividida em duas salas de brassagens, permite que receitas diferentes sejam produzidas automática e simultaneamente. Entre as primeiras marcas aceleradas pela StartUp Brewing estão as ciganas cerveja Avós e Juan Caloto.

Terça, 04 Setembro 2018 14:46

Tibaya Cervejaria promove Oktoberfest

Escrito por

A festa em Atibaia oferece os chopes da fabricante das cervejas Pedra Grande e Pedrita

Para celebrar a tradição alemã e promover a cultura cervejeira em sua cidade natal, a Tibaya Cervejaria, de Atibaia (SP), promove no dia 20 de outubro sua segunda Oktoberfest. Entre os destaques do evento estão os chopes da cervejaria, que detém as marcas Pedra Grande e Pedrita, food trucks e música típica alemã.

Além disso, o nome do evento (Oktober Pedra) remete a primeira linha de produtos da empresa (Pedra Grande). A festa ocorre na noite de 20 de outubro, das 19h à 1h, no Garden Eventos (Avenida Walter Engracia de Oliveira, 52, Estância Lynce, Atibaia/SP), próximo da Alameda Lucas Nogueira Garcez e da Avenida Santana.

Eduardo Félix, diretor e mestre-cervejeiro da Tibaya Cervejaria, ressalta:

“A edição do ano passado foi um grande sucesso e temos o objetivo de tornar nossa Oktoberfest um evento bastante tradicional da nossa cidade, assim como a nossa festa de aniversário que é realizada todos os anos no mês de maio.”

Serviço

O quê: Oktober Pedra 2018
Quando: 20 de outubro, das 19h à 1h
Onde: Garden Eventos (Av. Walter Engracia de Oliveira, 52, Estância Lynce, próximo da Alameda Lucas Nogueira Garcez e da Avenida Santana, Atibaia/SP)
Quanto: os primeiros 150 ingressos a R$ 30 por pessoa, com direito a dois chopes de 500 ml
Como: os ingressos serão vendidos no Açaí Popp (Rua José Getúlio, 355. Aclimação, São Paulo/SP) e nos seguintes locais de Atibaia:

Tibaya Cervejaria (Rua Maria Pires Correia Lima, 105, Recreio Estoril)

Loja Colcci Atibaia (Rua Thomé Franco, 385, Centro)
Saint Adrian Empório & Bar (Alameda Lucas Nogueira Garcez, 1.378)
Bar do Júlio (Rua Benedito Almeida Bueno, 265, Centro)

A primeira edição do evento germânico na capital mineira ocorre de 4 a 6 de outubro

A "capital nacional dos bares" vai ganhar uma nova atração para o calendário permanente de eventos: a Oktoberfest BH realiza a sua primeira edição de 4 a 6 de outubro, com o apoio do Sindicato das Indústrias de Cerveja e Bebidas em Geral do Estado de Minas Gerais (SindBebidas). A estimativa é receber 60 mil visitantes durante os três dias do evento.

Lançado na última semana, entre produtores de cerveja, o evento já conquistou a adesão de mais de 50 cervejarias mineiras, que vão expor aproximadamente 300 rótulos. Criada em Munique, em 1814, esse perfil de evento continua sendo o maior festival de cerveja do mundo. Blumenau (SC) faz a segunda maior Oktoberfest do planeta e a proposta do Expominas é posicionar Belo Horizonte no ranking mundial.

A capital mineira tem tradição em festivais de cerveja e é referência internacional quando o assunto é a produção da bebida.

A diretora de Negócios e Marketing do Expominas, Márcia Ribeiro, comenta:

“O diferencial da nossa proposta é trazer a grandiosidade do formato da Oktoberfest original para o maior centro de eventos de Minas.”

De acordo com o SindBebidas, Belo Horizonte tem 28 bares a cada km², um bar para cada 170 pessoas e Minas Gerais é considerada a “Bélgica brasileira”, com cerca de 85 cervejarias artesanais.

“A Oktoberfest BH será o momento máximo do ano para celebrar esses números”, afirma Márcia .

Ela conta que o foco da edição 2018 da agenda é o entretenimento. O objetivo é reforçar essa potencialidade do Expominas, dotado de um espaço de 66 mil m² destinado a receber feiras, congressos, shows e palestras.

Atrações culturais
Durante o evento em Belo Horizonte, carreatas de “beer trucks” circularão por vários endereços do circuito cervejeiro como Lourdes, Savassi, Centro e Vale do Sereno, a exemplo das Oktoberfest realizadas no mundo.

Artistas circenses, grupos folclóricos e performances vão recepcionar os visitantes do evento na alameda principal do Expominas e circular pelos pavilhões. Para manter a atmosfera lúdica e divertida, todos os visitantes que forem à Oktoberfest BH vestidos com trajes típicos da Alemanha e Bélgica terão gratuidade da entrada.

Grandes atrações musicais e artísticas também são programadas. O Circuito do Rock vai comandar a programação dos dois palcos do evento que terão apresentações de rock, blues, jazz e folk.

O evento terá restaurantes de alta qualidade com o foco nas harmonizações com cervejas. E, para conscientizar os visitantes sobre o uso de copo retornável, a Oktoberfest BH terá uma loja de suvenires.

 

Quinta, 06 Setembro 2018 10:41

As cervejas premiadas no Mondial de la Bière Rio 2018

Escrito por

Confira a platina e os 13 ouros entre os 376 rótulos inscritos no Mbeer Contest Brazil

O primeiro dia do Mondial de la Bière Rio 2018 foi marcado pela divulgação das melhores cervejas, segundo os jurados convidados pelo evento. Dos 376 rótulos inscritos no concurso Mbeer Contest Brazil, apenas 1 conquistou platina e outros 13 levaram ouro. Na sexta edição do evento no Rio de Janeiro, foi a primeira vez que o Mbeer Contest Brazil ocorreu no dia da abertura.

Segundo Luana Cloper, diretora do Mondia de la Bière no Brasil, o objetivo da mudança é beneficiar os visitantes.

“Dessa forma, as pessoas sabem desde o início a lista dos rótulos vencedores e podem se programar para degustá-los”, explica.

Um júri composto por profissionais nacionais e internacionais premiaram os rótulos nas categorias ouro e platina nesta quarta-feira, dia 5, às 20h. Sem estilos pré-definidos, os juízes fizeram provas às cegas, sem qualquer informação sobre os produtos. A cerimônia foi conduzida por Jeannine Marois, idealizadora e presidente do Mondial de la Bière internacional, e por Luana Cloper.

Foram 13 medalhas de ouro e uma de platina. A grande vencedora deste ano, que levou a platina, foi a Antuérpia, com a Nikita Cherry Hickey, uma Russian Imperial Stout. Entre as categorias de cerveja que se destacaram na premiação, estão as Sours – estilo ácido; as envelhecidas em barris de destilados, que dão aroma às cervejas; e as Imperial Stout, com alto teor alcóolico.

As cervejas premiadas
PLATINA
Antuérpia, com a Nikita Cherry Hickey, uma Russian Imperial Stout
OURO
Suburbana, com o rótulo Treta, estilo Berliner Weisse;
Roter Brauhof, com o rótulo Roter Sour Ale, estilo Sour Ale;
Overhop, com o rótulo Aeternum – uma American Imperial Stout – e Gravioh LaLa, uma Catharina Sour;
Mistura Clássica, com o rótulo Catharina Sour Goiaba, estilo Catharina Sour;
Wonderland Brewery, com o rótulo Gone Mad, uma American IPA;
Dádiva, com o rótulo Brewer’s Cut, do estilo American Sour;
Bodebrown, com os rótulos Regina Sour Framboesa – do estilo Berliner Weisse – e Cacau Ipa Wood Age, uma American IPA;
Thirsty Hawks Farm Brewery, com o rótulo Ginga De La Boe, envelhecida em barril de gim;
Cerveja Matisse, com o rótulo Saboya, uma Catharina Sour;
FarraBier, com o rótulo comemorativo #2anos, estilo Catharina Sour;
Colorado, com o rótulo Guanabara Wood Aged, uma Russian Imperial Stout;
O conjunto de jurados que avaliaram as características individuais de cada rótulo:

Beto Tempel (Trilha Cervejeira);
João Becker (Weird Barrel Brewing Co.);
João Gabriel (Fundador e Head Brewer da 3Cariocas);
Juliana Laureano (Instituto da Cerveja, Santa Catarina);
Marcelão DuLeblon;
Maíra Kimura (Japas Cervejarua e 2Cabeças);
Oscar Garrido (Cervecería Granizo);
Ricardo Aftyka (Somos Cerveceros);
Rosária Penz Pacheco (Penz Bier);
Taiga Cazarine (Beer.com.br);
Taís Suhre (Sommelière de cervejas)
Tommaso Di Martino (Cervejeiro Therezópolis);

 

Em sua terceira edição, evento reúne mais de 10 cervejarias artesanais

Um dos principais eventos cervejeiros da capital baiana, o Beer Day Salvador tem no sábado, 14 de julho, a sua terceira edição. Com mais de 10 cervejarias e quase duas dezenas de estilos de chope, o festival com entrada gratuita busca fortalecer a cultura cervejeira local. Ocorre das 12 às 20h, na Vitrine da Cerveja – Casa OLEC.

Numa mistura de nomes já conhecidos e a chegada de novas cervejarias, a edição de julho tem como participantes as cervejarias BardoBier, Confraria do Hospício, Darcelina, Hop 'n' Wheels, Mindubier, Proa, Tamoio, além da veterena e anfitriã da vez – Vitrine da Cerveja com mais três cervejarias, dentre elas a Vintage.

A proposta do Beer Day é possibilitar aos participantes uma degustação completa, indo dos estilos mais leves até os mais lupulados e complexos, o evento contará com estilos de entrada como Helles, Witbier e Blonde Ale. Passeando pela acidez e pelo frutado das Sour e Brut, passando pelos aromas e sabores cítricos das Americans IPAs e APAs, entrando no aveludado e boa drinkability da New England IPA e finalizando com a complexidade das Belgas. O teor alcoólico dos chopes varia entre 4,7% à 8,5%.

O festival, com a concepção da publicitária Jackie Silva (Alíria Comunicação e Eventos) e do relações-públicas Rodrigo Almeida (Criativos Coletivos), é realizado em um espaço para ser a casa de "apreciadores da boa cerveja", com venda os insumos e equipamentos para quem quer produzir sua própria cerveja, bem como uma diversidade de rótulos nacionais e importados para quem beber.

O Beer Day proporciona um contato direto entre consumidor e cervejarias, o que possibilita uma troca de conhecimento bacana, agregando valor para quem bebe e quem produz.

Para comer o pub oferece diversas opções de petiscos tais como: empanadas argentinas, salsichão alemão, burrata, porção de bolinhos e pastéis, batata frita e o mix El Patrón, composto de pastéis, encapotados de camarão, kibes e coxinhas. Quem deseja participa e ainda está aprendendo o formato do evento, ele é aberto e sem custo de entrada, com chopes a partir de R$ 10 (300ml).

Serviço

O quê: Beer Day
Quando: 14 de julho de 2018, das 12h às 20h
Onde: Vitrine da Cerveja – Casa OLEC - Rua das Esperas, 78 – Pituba (Rua em frente à Confeitaria Priscilla Diniz), Salvador/BA
Quanto: entrada gratuita – paga o que consumir (chope a partir de R$ 10)

Fonte: Revista Beer Art

Página 1 de 2